Snipers do Exército chegam ao Rio: batalhão tem 2 mil homens

Screenshot_2018-02-26-07-35-18

Uma tropa das Forças Especiais chegou ao Rio de Janeiro para assumir a linha de frente da intervenção federal decretada no estado. Os soldados são chamados de “Fantasmas” por atuarem ‘nas sombras’. Eles são especialistas em helicópteros e possuem habilidade de um sniper para atirar de uma aeronave.

Conheça um pouco dessa tropa:

TROPA DE ELITE DO EXÉRCITO

Os “Fantasmas” são considerados a tropa de elite do Exército Brasileiro. Com sede em Goiânia, os militares são submetidos a treinamento de alto nível. Já agiram em operações sigilosas no Complexo do Alemão e na Maré. O Batalhão conta com aproximadamente 2 mil homens.

O treinamento é considerado muito superior à média dos demais soldados do Exército: além de usarem táticas de guerrilha, a tropa de elite aprende estratégias de combate à criminalidade urbana, fazem treinamentos com oficiais do Bope da PM e com militares de unidades especiais de outros países.

COMBATE AO TERRORISMO

Os Fantasmas são preparados para o combate ao terrorismo, e geralmente são comparados aosSeals da Marinha americana. O treinamento que recebem é para fazer o combate direto a traficantes fortemente armados. Para isso, usam equipamentos como óculos de visão noturna, explosivos, fuzis de assalto e metralhadoras. O treinamento é para capacitar o militar a suportar situações extremas. Os integrantes são preparados para o planejamento de sabotagens em grandes instalações e para produção de explosivos de forma improvisada.

Fontes ouvidas pela reportagem feita pelo jornal O Globo revelaram que os militares são submetidos a situações extremas durante o processo de formação, e chegam a receber ataques dos veteranos, que usam óculos de visão noturna em salas escuras, onde os novatos têm o desafio de encontrar uma saída enquanto tentam reagir.

RÍGIDO PROCESSO DE SELEÇÃO

Os integrantes ‘fantasmas’ das Forças Especiais passam por um rígido processo de seleção no Forte Imbuí, em Niterói. Somente militares de carreiras podem participar da seleção, sendo requisito ser no mínimo um sargento, e ainda assim é necessário mais dois anos de treinamento para poder integrar a tropa – além dos cinco da Academia Militar.

A preparação dura no mínimo 5 anos. O curso de paraquedismo 42 dias. São 800 horas para o curso que ensina técnicas de combate e uso de explosivos. Sendo 1.200 horas o tempo total da etapa final do curso de formação.

SÍMBOLO MAIS TEMIDO DO EXÉRCITO

O símbolo das Forças Especiais foi pensado para passar a imagem mais temida do Exército. No brasão aparece uma mão – com uma luva – empunhando uma faca. A luva faz referência às ações discretas, que não deixam rastros. Enquanto a lâmina está manchada de vermelho.O fundo do desenho, feito na cor preta, simboliza que a tropa age à noite.

PREPARADOS PARA O COMBATE NA MATA

Os ‘fantasmas’ recebem treinamento para agir em áreas selvagens e dentro de matas, o que pode fazer toda a diferença na intervenção do Rio de Janeiro, onde há grande extensão de mata nos morros. Essa é uma aptidão que outras forças de segurança não possuem. Além de tudo isso, ainda dominam o mergulho, paraquedismo, detectam movimentos na escuridão. Com informações do Exército e jornal O Globo.

Anúncios

15 comentários

  1. Gente preparada para enfrentar o narcotráfico. E os hipócritas de plantão que deixem o Exercito trabalhar. OAB e Defensoria `Pública nada fazem para solucionar o problema da violência no País. Que esses hipócritas não lancem mentiras para jogar brasileiros contra brasileiros.

    Curtir

  2. Como Consultor Organizacional há mais de 25 anos sempre procuro orientar meus clientes, e em meus artigos, a buscar o melhor profissional para suas ações. Em meu blog: SOSELASTIMANDO.WORDPRESS.COM podemos refletir mais sobre esta questão.

    Curtir

  3. Acho que chegou o momento de destruir tudo que for traficantes e mulas, é necessário serem letais para evitar reveses surpresas. Depois, a intervenção devetia ser direto no progresso e não poupar ninguém em seguida fechar o STF é o substitur pelo STM e finalizar com uma junta governativa militar temporária para normatizar as próximas eleições ficando vedado a participação de politicos atuais como candidatos! Aí sim o Brasil teria um futuro digno e um povo feliz!!!

    Curtir

  4. Ótima notícia! Assim teremos cercos de alta eficiência tanto de dia quanto a noite!
    Só temos a agradecer o empenho destes homens e seus comandantes!
    Aço neles!! Brasil!!🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

    Curtir

  5. Aeeeeeee até que enfim o exército chegouuuuu para colocar ordem nessa “zona”!! Agora vai… e tomara que eles tomem conta de todo o País! Torcendo pra que esse dia chegue logo!

    Curtir

  6. A única instituição séria e preparados para o enfrentamento com bandidos e também para gevernar à nação!
    Nesss eu confio. Estão muito nas muito avançados e tecnologia do quando assumiram em o comando em 1964! 🙏🙏🙏🙏

    Curtir

  7. Fake news, não haja como a esquerda, as Forças Especias, não possuem esse eftivo (2000 homens). Se quer colaborar não divulgue a presença deles no teatro de operações, aletar a bandidagem só prejudica nossos militres.

    Curtir

  8. espero que todo esse movimento não seja mais uma jogada política.sim!porque até então o nobre presidente da República não havia pensado nessa possibilidade e tudo isso estava somente nas palavras do candidato à presidência Jair Bolsonaro ; então torço com muita positividade para que não seja um meio de desarticular um projeto que poderia dar certo no futuro. sei que é bem verdade que nada se cria e tudo se copia.boa sorte com essa árdua empleitada.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s