Partidos querem mais dinheiro para o fundo eleitoral. Articulações já começaram

Publicado por

Jucá

 

 

Partidos da base aliada iniciaram uma nova articulação com o Palácio do Planalto para engordar o fundo eleitoral, que neste ano terá R$ 1,7 bilhão em recursos públicos. A verba extra poderia sair do remanejamento do dinheiro destinado a programas dos ministérios. Outra alternativa sob análise seria usar parte do valor a ser arrecadado com a reoneração da folha de pagamento das empresas, em discussão na Câmara. O projeto tem enfrentado resistências na Casa, mas que poderiam ser neutralizadas em troca da verba para a eleição.

 

 A cúpula do MDB avalia que o aumento do fundo eleitoral é prioritário para lançar a candidatura do presidente Michel Temer a um novo mandato. No ano passado, o líder do governo no Senado e presidente do partido, Romero Jucá (RR), apresentou projeto prevendo que o fundo poderia chegar a R$ 3,4 bilhões. O total representaria cerca de metade do que foi gasto nas eleições de 2014. A medida, no entanto, não passou na reforma eleitoral.
Curta República de Curitiba
Anúncios

2 comentários

  1. Aloás é só no que pensam os nossos políticos, dinheiro e mais dinheiro para financiar as reeleições deles. Espero e faço votos de que nenhum seja reeleito, pois são todos uns salafrários, vagabundo e corruptos. Estaremos muito melhor sem eles, mas para isso precisamos de uma Intervenção Constitucional, que esperamos que aconteça até lá!