Gilmar mendes solta acusado de desvios no Sesc e Senac

Publicado por

gilmar mendes mais uma vez

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF),  mandou soltar o ex-presidente da Federação de Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), Orlando Santos Diniz, preso em fevereiro por determinação do Juiz Federal, Marcelo Bretas.

Diniz foi preso sob a acusação do Ministério Publico Federal participar de um esquema criminoso que desviou mais de 10 milhões de reais de recursos públicos provenientes do Serviço Social do Comércio (Sesc) e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac), por meio de notas fiscais sem a prestação de serviços e com o pagamento de funcionários fantasmas ligados a pessoas de confiança do ex-governador Sérgio Cabral(MDB).

De acordo com o MPF, caso Orlando fosse colocado em liberdade, poderia prejudicar o andamento das investigações.

 

Curta República de Curitiba
Anúncios

Um comentário

  1. Este ministro só pode ser corrupto! Sem contar que não tem qualquer receio de ser investigado, pois seu desrespeito pelo povo e pelos seus pares chega ser grosseiro.
    Acredito que se for aberta uma investigação pela PF sobre suas atuações e conchavos ele seria preso rapidinho inclusive com excesso de provas!!
    FORA GILMAR, VOCÊ JÁ ENCHEU SACO!!ATENÇÃO!! POIS, A PACIÊNCIA DESTE POVO UM DIA ACABA!