Barroso autoriza deputado presidiário a exercer mandado

O ministro Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, autorizou o deputado presidiário João Rodrigues (PSD-SC) a retomar o mandato. Desde fevereiro o deputado cumpre a punição de cinco anos e três meses de prisão por fraude em licitação, no complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.
Esta é a segunda vez que a câmara terá um deputado presidiário.

Participe da discussão

6 comentários

  1. Uma vergonha..já não chega o Gil mar Mendes soltar os bandidos.
    Agora o Barroso está seguindo igual? ??

  2. Esta é a maneira mais obscena de colocar voto comprado no congresso para as causas do grupinho deFDPs e apátridas!

  3. A condenação do deputado por fraude já é motivo de perda do mandato. Como podemos ter um deputado condenado cuidando dos interesses do povo???

  4. Essa atitude dos ministros da corte suprema parece que virou rotina na república federativa do bandido. Colocar por terra essa velha república carrancuda e iníqua, faz-se necessário por meio de uma nova ordem constitucional discutida, votada e aprovada por todos os eleitores reunidos em assembléia nacional constituinte popular. Sem isso, significa dar carta branca ao continuísmo ao velho sistema.

  5. Cada vez a situação do Brasil fica mais vergonhosa perante perante o povo e o mundo, será que não ha mais moral em nosso pais? Onde está a justiça,totalmente omissa,como pode um presidiário exercer o seu mandato se está preso? É por demais vergonhoso o que se passa em nosso pais, o pior de tudo é que nenhuma autoridade se manisfesta!

  6. Abrindo as pernas tentando arranjar precedentes p/ empurrar o ladrão de pavão, caso seja eleito p/ algum cargo. O STF agora é uma quadrilha completa de traidores da pátria e esse Barroso chegou até a valer alguma coisa, mas, a exemplo do suíno mendes, também já vendeu até a própria alma à maldição eterna no quinto dos infernos.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: