STF rejeita volta do imposto sindical obrigatório

Por maioria de 6 votos a 3, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou nesta sexta-feira (29) pedidos para tornar novamente obrigatório o pagamento de contribuição sindical.

A Corte analisou 19 ações apresentadas por entidades sindicais contra a regra da reforma trabalhista aprovada no ano passado que tornou o repasse facultativo, na qual cabe k trabalhador autorizar o desconto na remuneração.

Luiz Fux, Alexandre de Morais, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Marco Aurélio e Cármem Lúcia votaram a favor da manutenção.

Edson Fachin, relator da ação, Rosa Weber e Dias Toffoli contra.

Anúncios

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s