Toffoli arquiva inquérito contra ex-ministro Bruno Araújo

Publicado por

18mai2016---o-ministro-das-cidades-bruno-araujo-psdb-sp-concede-entrevista-na-sede-do-ministerio-em-brasilia-nesta-quarta-feira-18-ele-disse-que-fara-uma-auditoria-na-modalidade-entidade

O ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou o arquivamento do inquérito contra o ex-ministro e deputado Federal Bruno Araújo (PSDB-ES).

Executivos da Odebrecht, afirmaram que Araújo teria recebido R$ 600 mil nas campanhas eleitorais de 2010 e 2012.

O inquérito foi instaurado em abril de 2017 e em maio deste ano a Procuradoria Geral da República (PGR) pediu a prorrogação da investigação por mais 60 dias.

Porém, Toffoli determinou o arquivamento da investigação. ” O presente inquérito perdura por prazo significativo, com prorrogações sucessivas, sem que tenham abordado nos autos elementos informativos que se possa considerar elementos de corroboração às declarações dos colaboradores, ou provas outras”, diz Toffoli em decisão.

Curta República de Curitiba
Anúncios