Eike Batista é condenado a 30 anos de prisão pela Lava Jato

Publicado por

17jul2017---empresario-eike-batista-deixa-predio-da-justica-federal-no-rio-de-janeiro-apos-depor-em-acao-em-que-o-ex-deputado-eduardo-cunha-e-reu-1500320919820_615x300

O juiz Marcelo Bretas, da 7° Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, condenou o empresário Eike Batista a 30 anos de prisão por corrupção ativa e lavagem de dinheiro em ação penal derivada da Operação Eficiência, em das fases da Operação Lava Jato que opera no Rio de Janeiro.

Bretas observa na decisão que Eike continuará a cumprir prisão domiciliar até que se esgotem todos os recursos. No entanto, o magistrado manteve retido o passaporte do empresário, onde ele fica impedido de deixar o país.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios