Na prisão há 3 meses, Lula ainda da ordens

Publicado por

AFP_13S6IP-1035-kbu-U2035820793445JC-1024x576@GP-Web

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que está preso há três meses na sede da PF (Polícia Federal) em Curitiba, busca se manter como liderança do partido e do campo da esquerda apesar das limitações.

Na última terça-feira (3) –mesmo dia em que, por meio de carta, Lula reafirmou sua candidatura e criticou o ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), acusando-o de “manobra” por remeter ao plenário da Corte um recurso contra sua condenação –, o PT informou que o ex-presidente indicou cinco nomes para coordenar sua campanha para as eleições deste ano. Entre eles, José Sergio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras, o ex-ministro Ricardo Berzoini e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios

Um comentário