A aliança entre Favreto e Wadih Damous

 

walih

Às vésperas da eleição de Dilma Rousseff para a Presidência da República – o atual desembargador  Rogério Favreto, plantonista do TRF4, foi um dos 64 signatários da “Carta ao Povo Brasileiro” em defesa das reiteradas manifestações que o então presidente Lula fazia em favor de sua candidata ao Planalto. Neste domingo (8), Favreto mandou soltar Lula por três vezes seguidas.

Entre os “nomes ligados a entidades da advocacia” constantes do manifesto pró-Lula de 2010 estava o do atual deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), então presidente da OAB-Rio de Janeiro, e autor do habeas corpus julgado hoje por Favreto. As informações completas estão no site JOTA.

Participe da discussão

1 comentário

  1. É possível prejudicar Moro, por estar em férias e segundo a mídia pt, Moro está em Portugal.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: