CNJ íntima Moro

Publicado por

O corregedor do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), ministro João Otávio de Noronha, intimou o juiz Federal Sérgio Moro, a prestar informações sobre as decisões conflitantes em relação a libertação do ex-presidente Lula.

Os desembargadores Rogério Fraveto e João Pedro Gebran Neto, ambos do TRF-4 também foram intimados.

A abertura de procedimento pela Corregedoria do CNJ significa que será apurado se eventualmente algum dos magistrados emitiu decisão de forma irregular a suas atribuições.

Curta República de Curitiba
Anúncios