Toffoli diz se vai ou não analisar prisão em segunda instância

O ministro Dias Toffoli, assume a presidência do Supremo Tribunal Federal a partir de setembro e não pretende pautar em 2018 as ações que tratam da prisão após condenação em segunda instância.

A retomada do tema é vista por petistas como uma alternativa para tentar soltar o ex-presidente Lula que está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, desde o dia 7 de abril.

A expectativa de ministros que buscam mudar o entendimento da Corte é de que Rosa mantenha voto contrário a prisão em segunda instância quando o plenário julgar as ações sobre o tema, que valem para todos os casos no Brasil. Com isso, o placar se inverteria.

Dias Toffoli disse a Folha de S. Paulo:

“Toffoli não deve atender a nenhum pedido de liminar que beneficie o petista caso assuma plantão da corte neste mês.”.

Patrick Ignaszevski – República de Curitiba

Anúncios

2 comentários

  1. Não confio nesta notícia!!! com certeza está falando isso par diminuir a pressão sobe ele e quando assumir ,inventar algo para soltar o luladrãomoluscodenovededos!

    Curtir

  2. Esse cara já mostrou que não é NADA confiável. A absurda decisão em soltar José Dirceu, sem nenhum cabimento ,prova isso. Na realidade ele nem deveria fazer parte da mais alta côrte do país. Um simples advogado de partido , sem pós graduação, sem nenhum vasto conhecimento jurídico que justificasse sua indicação. Está ali para advogar a favor da organização partidária que o colocou . E o faz sem nenhum pudor ou escrúpulo.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s