Golpe de Estado na Nicarágua

nicaragua.jpg

O Tribunal Eleitoral da Nicarágua entregou ao presidente Daniel Ortega o controle total do parlamento. A sentença do tribunal ordena à diretoria da Assembleia Nacional que retire os cargos dos deputados que foram eleitos em 2011 pelo Partido Liberal Independente (PLI), liderado pelo líder da oposição Eduardo Montealegre.

Dirigentes do Movimento Renovador Sandinista (MRS), fundado em 1994 pelo ex-vice-presidente e escritor Sergio Ramírez e formado por dissidentes da Frente Sandinista, disseram em um comunicado publicado em suas redes sociais que o presidente “acabou com a Assembleia Nacional retirando deputados da oposição”. Por sua vez, o movimento Cidadãos pela Liberdade – que reúne os simpatizantes de Montealegre e os deputados opositores que perderam seus cargos – emitiu um comunicado no qual informou que “podem destituir todos nós e acabar com nosso partido, mas nunca o farão com nossa dignidade e princípios”.

Anúncios

1 comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s