PT se alia a apoiadores do impeachment

Publicado por

renan e lula

Às vésperas das definições partidárias para as eleições de outubro, o PT deixou de lado a mágoa com os “golpistas” e tem costurado vários acordos que beneficiam parlamentares e políticos do Nordeste que votaram ou defenderam o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016. Com isso, petistas locais de peso estão sendo rifados a contragosto da disputa em nome de alianças com caciques de partidos nos estados.

O termo “golpista” foi usado e reafirmado diversas vezes por lideranças petistas durante eventos para classificar quem apoiou o impeachment de Dilma. Em Minas, em outubro de 2017, Lula chegou a dizer que estava “perdoando os golpistas”, mas afirmou que eles “fizeram essa desgraça” para o país.

Agora, em ao menos quatro estados nordestinos, apoiadores da “desgraça” citada pelo ex-presidente devem apoiá-lo e se coligar com petistas –o que em muitos casos tem gerado insatisfação de boa parte da base histórica do partido.

Curta República de Curitiba
Anúncios