TSE recebe pedido de impugnação de Bolsonaro

Publicado por

O advogado Rodrigo Phanardzis Âncora da Luz (RJ) entrou com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para barrar o registro de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República.

O processo foi distribuído ao ministro Napoleão Nunes Maia Filho.

A advogado destaca que Bolsonaro é réu em ação penal no Supremo Tribunal Federal por suposto crime de apologia ao estupro e injúria.

O TSE prevê que podem impugnar registros de candidaturas qualquer candidato, partido político, coligação ou o Ministério Público. A resolução da corte também concede um prazo para qualquer cidadão no gozo de seus direitos políticos dar ao juízo eleitoral notícia de inelegibilidade de que recaia em candidato com pedido de registro apresentado pelo partido político ou coligação”.

Patrick Ignaszevski – República de Curitiba

Curta República de Curitiba
error
Anúncios

5 comentários

  1. Ei!!! advogadozinho de porta de cadeia, lembre-se de algo, se a candidatura for impugnada, quem vai concorrer apoiado pelo Bolsonaro e com toda força do mundo é um General de 4 estrelas linha dura, e vai ganhar por causa da cretinice que voce acabou de fazer tentando impugnar. Nos cidadãos de bem , honestos e trabalhadores e que não somos vagabundos comunistas como voce, vamos votar até em um cone se Bolsonaro indicar, cansamos de voces, ladrões, corruptos e adeptos de uma ideololgia falida, porca, desrespeitosa e antro de vagabundos que não trabalham, deu para entender ou precisa desenhar.. Va em frente com mais uma cretinice comunista..

  2. Ah mas essa foi demais, Bolsonaro é o maior defensor das mulheres neste sentido. Isso deve ser coisa da Maria do Rosário, que sempre quis proteger o tal de Champinha, aquele nojento que torturou uma jovem e matou ela e o namorado. Alouca nunca cuidou da sua filha q foi molestada ainda menor por seu “marido” preso por trafico de drogas.
    Essa louca é q deveria estar presa por largar sua filha jogada mostrando suas partes intimas e fumando maconha, é só por no google que a gente acha. Isso é ridículo…