Roraima pede ao STF que suspenda imigração

Publicado por

O governo de Roraima pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que suspenda temporariamente a imigração na fronteira com a Venezuela e que os imigrantes sejam redistribuídos com os outros 26 estados do país.

Entre os pedidos feitos ao STF estão a suspensão temporária da imigração na fronteira Brasil – Venezuela, que a União redistribua os imigrantes que já estão em Roraima e os que vierem a entrar no Brasil pela fronteira com os outros 26 estados da federação a partir de uma cota de refugiados.

Na ação foi pedido:

  • Suspensão temporária da imigração na fronteira Brasil – Venezuela;
  • Barreira sanitária na fronteira;
  • Instalação de hospital de campanha do exército exclusivamente para venezuelanos;
  • Redistribuição de imigrantes com outros estados por meio de cota de refugiados;
  • Audiência de conciliação entre União e todos os estados e o DF para discutir a cota de refugiados e medidas compensatórias;
  • refem
Curta República de Curitiba
Anúncios