Vídeo de Alckmin mostra código do PCC. Propaganda foi refeita às pressas

Publicado por

Alckmin p

 

O vídeo com o jingle de campanha do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, candidato à Presidência da República, foi editado para excluir um trecho em que aparece o número 1533 escrito na bandeira do Brasil. Tal número faz alusão à facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

De acordo com o site Poder360, que apresenta as duas versões, a equipe de marketing da campanha do tucano informou que a alteração foi motivada por questões técnicas. No vídeo editado não aparece mais a cena da bandeira brasileira com o número do PCC.

O 1533 é uma combinação da 15ª letra do alfabeto, que é o P, com a quinta, o C, formando a sigla do PCC, facção criminosa criada em São Paulo.

O candidato do PSDB tem sido cobrado durante sua campanha ao Palácio do Planalto sobre a atuação do PCC no estado de São Paulo. Em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, na última quarta-feira, Alckmin foi questionado sobre o assunto.

O ex-governador negou que a facção criminosa continue atuando dentro das penitenciárias de São Paulo.

Curta República de Curitiba
Anúncios