PSDB muda vídeo com referência ao PCC em bandeira do Brasil

Publicado por

O primeiro vídeo da campanha presidencial de Geraldo Alckmin, candidato do PSDB, nas eleições de 2018, divulgado na terça-feira passada pelo seu comitê, trazia duas imagens da bandeira do Brasil em que, no lugar da frase “Ordem e Progresso”, apareciam em negativo os números 15 3 3, símbolo da maior facção criminosa do País, o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Depois da repercussão em grupos de WhatsApp, a campanha alterou o vídeo, retirando as imagens da bandeira por meio de uma edição. Manteve, porém, todo o restante da produção.

Os números são uma referência às letras P, a 15ª letra do alfabeto, e C, a terceira letra. Eles são escritos por presidiários em panos e pintados no chão de presídios paulistas desde meados dos anos 1990, quando a facção foi criada em São Paulo.

Patrick Ignaszevski – Republica de Curitiba

Alckmin p

Anúncios

Deixe uma resposta