Cármen Lúcia herda ações de Toffoli e será relatora de investigação sobre Gleisi

Publicado por

Após deixar a Presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Cármen Lúcia recebeu até esta sexta-feira (14) cerca de mil processos herdados de Dias Toffoli, novo presidente da Corte.

Entre os casos está o inquérito no qual a senadora Gleisi Hoffmann, do PT, é investigada por integrar suposto esquema de fraude de empréstimos consignados para funcionários públicos federais – desdobramento da Operação Lava Jato.

Outros dois inquéritos desdobramentos da Lava Jato também já estão com a ministra – o que investiga se houve recebimento de valores indevidos pelo deputado Décio Lima (PT-SC) e outro que apura o mesmo em relação ao deputado Júlio Lopes (PP-RJ). Ambos negam irregularidades.

tofolli

Curta República de Curitiba
Anúncios