Procurador pede inelegibilidade de Pimentel

O procurador Glaydson Massaria apresentou representação ao TCE (Tribunal de Contas do Estado) de Minas Gerais no início da noite da última sexta-feira (21), contra o governador Fernando Pimentel (PT), candidato à reeleição, acusando-o de ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Há uma semana, Pimentel assinou decreto que antecipa o recolhimento do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) de companhias de energia no Estado, num montante estimado de R$ 910 milhões. A Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) responde pela maior parte do valor.

Para o procurador, o decreto “visa a organização provisória e paliativa das finanças justamente às vésperas do pleito eleitoral, na tentativa de enaltecer a imagem do atual governador e candidato Fernando Pimentel”.

pimentel

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s