Primo da mulher de Sergio Moro é preso na Lava Jato

rosangela-moro-claudia

Proprietário da Triunfo Participações, Luiz Fernando Wolff de Carvalho é um dos presos na 55ª fase da Operação Lava Jato. Carvalho é primo de Rosangela Wolff, mulher do juiz federal Sergio Moro, que abriu mão do caso em junho. O parentesco foi divulgado pela Veja no começo da noite desta quarta-feira (26).

De acordo com a publicação, Moro afirmou em junho que a Operação Integração não tinha nenhuma ligação com a Petrobras ou com o Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht e afirmou estar sobrecarregado. O caso foi redistribuído para o juiz Paulo Sérgio Ribeiro, que determinou as prisões desta quarta.

O Grupo Triunfo é controlador da concessionária Econorte.

A operação deflagrada nesta quarta indica manipulação dos contratos e dos preços das tarifas para atender interesses das concessionárias.

Em nota, a Triunfo afirmou que “sempre contribuiu de forma transparente com as investigações ligadas à companhia e suas controladas”. A Companhia disse que está à disposição para prestar os esclarecimentos necessários.

Anúncios

2 comentários

  1. O fato de afirmar que isso nada tinha a ver com a petrobrás já demonstra a lisura com que encara seu trabalho. Moro só merece elogios por cumprir seu trabalho com honestidade, o que não se pode dizer de muitos outros, até Ministros.

    Curtir

  2. Oh deus, é impressionante o sensacionalismo jornalistico no Brasil! A mulher do Juiz Moro não tem nada a ver com os fatos, mas estampam a foto da mulher na matéria e faz chamada: “Primo da mulher de Sergio Moro é preso da Operação Lava Jato”. E daí, que ele é primo da Sra. Moro?! O quê ela tem com isso? Ahhh, por favor, vamos trabalhar de maneira lucida! O Sr. Luiz Fernando Wolff de Carvalho é réu como tantos outros na lista da Lava Jato! Informar que, segundo a veja: “Moro afirmou em junho que a Operação Integração não tinha nenhuma ligação com a Petrobras ou com o Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht e afirmou estar sobrecarregado. O processo foi redistribuído para o juiz Paulo Sérgio Ribeiro, que determinou as prisões desta quarta”. Faz mais sentido com a reportagem do que publicar a foto e envolver o nome da Dra. nesse mar de lama, denominado Operação Lava Jato.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s