Ativista pró-Bolsonaro é assassinado covardemente

O médico Gabriel Costa Lima, de apenas 28 anos de idade, foi encontrado morto na madrugada de sábado (13) perto de uma cachoeira na Chapada dos Veadeiros, em Goiás.

Gabriel era tenente e atuava como médico-residente na Escola de Saúde do Exército.

“A suspeita é de execução pelo modus operandi do crime. Esses tiros na nuca e na bochecha nos leva a crer isso. Se fosse um assalto, não teria necessidade desses disparos. Porém, não descartamos outras hipóteses”, disse o delegado encarregado das investigações Yasser Yassine.

A particularidade em torno do jovem assassinado, era o seu ativismo nas redes sociais, onde defendia com veemência a candidatura de Jair Bolsonaro para à presidência da República e desferia ataques diretos ao petista Fernando Haddad.

Patrick Ignaszevski – República de Curitiba

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: