Tríplex é a ponta do iceberg, diz Sérgio Moro sobre Lula

sergio-moro-em-salvador-congresso-apdf

O juiz Sérgio Moro, afirmou em entrevista à revista Isto É que as provas indicam que Lula é o mentor do esquema de corrupção na Petrobras. “E não se trata só de 1 tríplex. Nós falamos de 1 rombo de R$ 6 bilhões. O tríplex é a ponta do iceberg”, disse.

“O que existe é 1 álibi de Lula, baseado numa fantasia de perseguição política”, afirmou. Lula está preso desde abril. Ele foi condenado por Moro pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e a condenação.

O ex-presidente prestou depoimento nesta 4ª feira (14/11) à juíza substituta de Moro, Gabriela Hardt, sobre o caso do sítio de Atibaia. O petista disse que quis comprar o imóvel, mas desistiu porque o dono não quis vender.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

O titular da Lava Jato, atualmente em férias da função, deve anunciar sua equipe no Ministério na próxima semana. Disse que pretende levar profissionais que atuaram na operação. “Seria 1 tolo se não levasse gente da Lava Jato, que já comprovaram competência e dedicação, mas muitos teriam que abandonar suas carreiras para me seguir.”

Na entrevista, ele afirmou que seu foco será no combate à corrução e ao crime organizado. “Por exemplo, em matéria de crime organizado quero proibir o condenado de poder progredir de regime de cumprimento de pena se houver vínculo com organizações criminosas.”

Moro disse que falas de Bolsonaro defendendo a morte de criminosos e afirmando que policiais precisam ter respaldo caso matem em serviço são mal interpretadas. “Temos que ver em que contexto isso foi dito”, disse. “Estratégia de confronto não é 1 objetivo. O confronto é uma possibilidade dentro do contexto de violência que existe. Não haverá o desejo de se buscar o confronto como resolução dos problemas criminais.”

O juiz ainda declarou que está em estudo a restrição à atuação de advogados e familiares nos presídios e às visitas íntimas aos presos.

Anúncios

1 comentário

  1. Concordo com o Juiz Sérgio Moro o confronto não é a única alternativa para o combate ao crime, mas os policiais devem ter respaldo quando isso ocorrer.
    A meu ver existe uma diferença significativa entre um cidadão que cometeu um crime de um bandido que tem o crime como “profissão “ e portanto não deve ter nenhuma regalia de alívio de pena.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s