Temer diz que reajuste do STF não pode trazer “agravo econômico” ao país

Publicado por

temer-cupula

O presidente Michel Temer encerrou nesta sexta-feira (16) uma rápida passagem de 24 horas pela Guatemala, onde participou da Cúpula Ibero-americana na cidade de Antigua. Após discurso protocolar no plenário da reunião, em que defendeu a austeridade fiscal como forma de combater a desigualdade, Temer falou por três minutos com jornalistas. Na conversa, afirmou que o Brasil estará preparado para uma eventual falta de médicos, caso Cuba retire seus profissionais, e disse que está preocupado com o impacto econômico do reajuste dos ministros do STF, mas garantiu que ainda não decidiu se veta o aumento.

“Ainda estou examinando. Não pode haver nenhum agravo econômico ou perda para a união ou para os Estados”, disse. “Mandei fazer uma avaliação e ainda tenho tempo para decidir sobre isso mais adiante.”

Curta República de Curitiba
Anúncios

Um comentário