Temer e sua quadrilha

temer-chorando

O Ministério Público Federal pediu à Justiça Federal em Brasília que aguarde o fim do mandato de Michel Temer para iniciar a fase de depoimentos na ação penal contra o quadrilhão do MDB, onde são réus neste processo Henrique Alves, Eduardo Cunha, Lúcio Funaro, Geddel Vieira Lima, Rodrigo Rocha Loures, José Yunes e João Batista Lima Filho.
O objetivo é fazer uma instrução única, ouvindo as mais de 100 testemunhas do caso, já com a participação de Temer, Eliseu Padilha e Moreira Franco no processo onde a denúncia contra o presidente está parada por determinação da Câmara.
Já a acusação contra os ministros tramita no STF, mas deverá descer para a primeira instância assim que eles deixarem o cargo e perderem o foro privilegiado, em 1º de janeiro, os depoimentos estão marcados para 4 de dezembro e a 12ª Vara já notificou as defesas para se manifestarem sobre o pedido de adiamento.

Anúncios

1 comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s