Bolsonaro anuncia Pastora Damares Alves para pasta de Mulher, Família e Direitos Humanos

Publicado por

 A advogada e pastora Damares Alves, assessora parlamentar do senador Magno Malta (PR-ES), será ministra de Mulher, Família e Direitos Humanos. É a 2ª mulher anunciada como ministra para o futuro governo.

Damares colocou como prioridades de sua pasta a proteção à infância e à mulher. Disse que a pasta receberá a Secretaria da Infância e defendeu a igualdade salarial para homens e mulheres na mesma função. Também se diz contra mudanças na lei para flexibilizar regras sobre o aborto. Ela ocupa uma secretaria no Movimento Brasil Sem Aborto. “Sou contra o aborto. Acho que nenhuma mulher quer abortar. As mulheres chegam ao aborto porque possivelmente não foi lhes dada outra opção”, falou.

A futura ministra também afirmou ter uma boa relação com movimentos LGBT e que estará disposta a conversar com esses movimentos.

A Funai (Fundação Nacional do Índio) também integrará a pasta recém anunciada. Damares tem uma filha da etnia Kamaiurá, adotada aos 6 anos e atualmente com 20.

“A Funai não é problema nesse governo. Índio não é problema. O presidente só estava escolhendo o melhor lugar para colocar a Funai e entendemos que é Direitos Humanos porque índio é gente”, disse a pastora.

pastora-damares-alves.jpeg

Curta República de Curitiba
Anúncios

2 comentários