Campeão nacional de viagens com dinheiro público

Publicado por

xprocurador.jpg.pagespeed.ic

Parece que o procurador do Ministério Público de Contas do pequeno, pobre e sofrido estado de Roraima, Paulo Sérgio Oliveira de Sousa, resolveu transformar o exercício de seu cargo num interminável roteiro turístico, sempre recebendo diárias gordas do órgão e consequentemente se ausentado de seu local de trabalho, difícil de explicar o número de viagens realizadas pelo procurador, segundo revela o próprio portal da transparência do Tribunal de Contas de Roraima.

Reportagem realizada pela revista Época esmiúça o assunto e demonstra que o cidadão que tem como atribuição profissional zelar pela boa aplicação do dinheiro público, recebeu R$ 1.606.715,90 só em diárias relativas a 180 viagens nacionais e internacionais desde 2012, o  valor indica que o procurador recebeu uma média de  R$ 266 mil a cada ano, nos últimos seis anos, só para custear despesas com hospedagens fora de Boa Vista, onde mora. Os números revelam também que, em vez de se debruçar sobre contas, o fiscal botou o pé na estrada uma média de 30 vezes por ano, ou, 2,5 viagens por mês. Não existe um estudo formal sobre o assunto, mas o procurador é candidato a campeão nacional em viagens com dinheiro público.

Levantamento no portal da transparência federal mostra que de julho de 2015 até agora, o governo desembolsou R$ 677.100 em diárias para bancar despesas de viagens do ex-ministro José Serra e do atual chanceler Aloysio Nunes Ferreira, ou seja, uma média de R$ 225.600 por ano, quantia bem inferior à amealhada pelo fiscal “on the road”.

As finanças do estado de Roraima estão arrebentadas pela folha de pagamento dos servidores e por gastos que não se traduzem na boa qualidade dos serviços públicos. Por esse motivo, sofreu recentemente intervenção do governo federal decretada pelo presidente Michel Temer.

Curta República de Curitiba
Anúncios

4 comentários