Antes de dar adeus ao poder, Temer elogia Dilma

Publicado por

O presidente Michel Temer (MDB) elogiou sua antecessora Dilma Rousseff (PT)e minimizou os protestos que recebeu após o processo de impeachment que o levou ao poder. “Eu tenho a impressão de que ela é uma senhora correta, honesta. Eu não tenho essa impressão de que ela seja alguém que chegou ao governo para se apropriar das coisas públicas. Nunca tive essa impressão e confesso que continuo não tendo”, afirmou Temer ao programa Poder em Foco, do SBT.

Em entrevista ao programa, Temer também fez uma avaliação da relação de seu governo com o Congresso, que derrubou duas denúncias do Ministério Público Federal. “Eu fiz um governo semiparlamentarista e trouxe o Congresso para governar comigo, algo que no passado não acontecia”, disse o presidente, que defendeu seu estilo. “Não tem nada de toma lá dá cá. Essa história foi criada. As pessoas não percebem que as emendas parlamentares são impositivas”, disse o presidente, em referência à liberação de verba para deputados.

Fica a pergunta: o que faria Temer tecer elogios a senhora Dilma? Em novembro de 2016 Temer afirmou que “No Brasil não havia déficit fiscal, havia um déficit de verdade. É preciso encarar os fatos como são. Nós só faremos o Brasil crescer substituindo o ilusionismo pela lucidez”.

Agora, como um bom emedebista, quer limpar sua barra com a ex presidente e sair “de bem” com todo mundo. Só está esquecendo de que o jogo não é mais tão camuflado como há alguns anos.

Anúncios

3 comentários

Deixe uma resposta