PF apreende registro de pagamento no valor R$ 25 mil para advogado de Adélio

Na manhã da sexta-feira a Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao advogado Zanone Júnior, responsável pela defesa de Adélio Bispo, o homem que atentou contra a vida de Jair Bolsonaro.

A investida foi produtiva, de certa forma, e foi apreendido um livro-caixa com o registro de R$ 25 mil pagos ao advogado e com legenda indicando “Caso Adélio”.

Na manhã da sexta-feira a Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao advogado Zanone Júnior, responsável pela defesa de Adélio Bispo, o homem que atentou contra a vida de Jair Bolsonaro.

A investida foi produtiva, de certa forma, e foi apreendido um livro-caixa com o registro de R$ 25 mil pagos ao advogado e com legenda indicando “Caso Adélio”.

Participe da discussão

6 comentários

  1. Não acho correto que o advogado tem de manter sigilo, considerando que no caso do Presidente BOLSONARO, foi um atentado que por muito pouco não o levou a morte. Uma ATO de covardia praticado no meio de milhares de pessoas. Acobertar esse crime é uma verdadeira traição a Pátria. A OAB, ao declarar apoio a essa Traição é o mesmo que acobertar esse crime é isso também é traição a Pátria.

  2. É fácil. Agora é só conceder o direito de delação e o próprio criminoso ira dizer quem é o mandante. Talkey?

  3. Desde a ocorrência do fato está muito claro que fez a mando de alguém mas, não querem divulgar quem mandou.Não precisa ser muito inteligente para deduzir isto.Só que a maioria prefere bancar o burro na hora errada, tem interesses envolvidos.

  4. Dessa forma AOB está sendo conivente com o criminoso ou criminosos? Seja, um presidenciável ou outra pessoa esse crime tem que ser desvendado o quanto antes.

  5. Isso que aconteceu com o presidente, não foi uma tentativa de homicídio, foi um ato Terrorista.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: