A pressão dos GENERAIS no STF que assusta a esquerda

Publicado por

Por iniciativa própria, o ministro-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), José Antonio Dias Toffoli, não teria cassado a liminar do colega Marco Aurélio Mello que tiraria da cadeia o presidiário Inácio Lula e outros 200 presos condenados em segunda instância, ainda neste Natal, o ministro, foi instado pelo porta-voz de um colegiado de 15 generais, que se articularam, às pressas, por videoconferência para pressioná-lo no sentido da imediata cassação da liminar de Mello.

Alegavam os generais que a sobredita medida, além de causar revolta popular, provocaria uma séria de distúrbios e badernas no País inteiro.

Toffoli por sua vez tentou resistir, argumentando que a suspensão da liminar poderia ser apreciada na primeira plenária do STF, em de fevereiro de 2019, quando estaria findo o recesso na Corte, mas minutos depois desse dialogo, travado em tom amistoso e cordial, Dias Toffoli, anunciou, meio constrangido, à medida que acabou com a euforia da esquerda e a alegria das facções marginais e da bandidagem organizada, cujos líderes encontram-se encarcerados pelo Brasil afora.

Marco Aurélio Mello, o autor oportunista da polêmica liminar, esperou até o penúltimo minuto da última sessão da Suprema Corte, para lançá-la à indignação nacional e cinicamente, com aquela sua vozinha de quem está padecendo de uma contumaz prisão-de-ventre, ele resumiu: “Agi de acordo com a Constituição”.

No seu torto entendimento, Mello pode até ter se baseado na Carta Magna. Mas, o seu propósito, está patenteado na seguinte suspeita: tumultuar a introdução do novo governo na República brasileira. Ele pretendeu em comum acordo com os esquerdistas provocar uma “reação irada” do presidente a ser empossado em janeiro, Jair Bolsonaro.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios

24 comentários

  1. Os Generais nos salvando mais uma vez ! Nós não teríamos outra saída , no meu entender , a não ser pedir Intervenção Militar ! Ainda bem que Dias Toffoli cedeu , numa decisão que teve que ser rápida ! 👏🏼👏🏼🇧🇷🇧🇷

    1. É Não se engane o STF, medidas colaborativas aos esquerdistas ou as facções ” crime organizado ” não serão mais aceitas pelo governo ou pelo povo brasileiro.
      Como o STF pode ver, o Brasil acordou, o povo brasileiro não aceita mais a corrupção ativa ou passiva. E os nossos Generais estão prontos para agir feixando o STF e até para uma intervenção militar no país!
      Vossas excelências que compõem à suprema corte é quem escolhem… o caminho do bem e da paz, a cadeira para todos os senhores e senhoras.

  2. Obrigada generais por serem verdadeiros patriotas, honrados e protetores do nosso Brasil…
    Orgulho de nossa nação 👏😍👏😍
    Venha logo janeiro, assume logo meu presidente Jair Bolsonaro, não aguento mais, vou acabar infartando…kkkk

  3. Essa quadrilha de toga, tem que ser punida.Gilmar e companhia bela,todos os dias soltando bandidos.Nessa caso,para favorecer o cachaceiro ladrão,mas de 170.000 presos,iriam ser soltos.Isso, é uma vergonha!!!

  4. O brasileiro não percebeu que cada presidente de esquerda que elegia correspondia um ou mais “ministros” do STF que sabem enxergar as brechas da Lei para atender aos pedidos dos poderosos.

  5. Acho que as FFAA deveriam se constituir num quarto poder. Sua finalidade seria a de vetar qualquer ato emanado das autoridades dos três poderes, sempre que não se enquadrasse no princípio do interesse popular. Ou seja, qualquer ato , lei ou julgamento, cuja a aplicação menosprezasse o interesse da população, poderia ter negada sua implantação pela ação das FFAA. Suas decisões seriam sempre prolatadas por um colegiado de generais, escolhidos sempre dentro do próprio âmbito militar.

  6. O exército sempre foi o quarto poder quando deixou de ser o primeiro. Sua função é proteger a nação e é legítimo representante do povo e não de minorias. Pode e deve ser mais efetivo fiscalizando os outros poderes para que cumpram as suas funções em favor do povo e não de seus próprios interesses.

  7. E além disso o exército deveria set o único poder com algum privilégio e eliminar todos os privilégios dos outros poderes. Devem ser bem pagos para defender os interesses do povo e sua nação de abusadores.

  8. Sábio comentário do Paulo Robson pela criação de um quarto poder representado pelas FFAA para o controle de medidas questionáveis e que contrariem os ideais cívicos ou outro , que viessemonquietar a paz social de nosso querido Brasil .
    OLHO NELES (nos representantes corruptos e de vieses ideológicos falidos e que não funcionam em nenhum lugar do mundo (viés utópico)

  9. O Tófoli não é bobo, não atender a sugestão dos militares nesse caso em questão, seria escancarar a porta para uma intervenção militar. Como diz o provérbio, quem pode manda, e obedece quem tem juízo.

  10. 👏❤️👏❤️👏❤️👏
    olha os nossos Militares fazendo o quê ❓❗️❓
    MITANDOOOO❣️
    💚💛💙🇧🇷
    #euconfionogovernobolsonaro
    #euapoioalavajato
    #euapoioalavatoga
    #STMja