Ativistas do PT têm obrigação moral de deixar governo, diz Santos Cruz

Publicado por

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, promoveu hoje a exoneração de 18 servidores de sua pasta, mas afirmou não ter usado para as demissões o critério de “despetização”, registra O Globo.

“Não trabalho com esse sistema [de despetização]. As exonerações são normais. Foi uma questão até de revisão da estrutura, sempre que tem uma troca de governo você têm essas variações”, disse o general em entrevista.

Santos Cruz ponderou, porém, que ativistas do PT teriam a obrigação moral de deixar o governo de Jair Bolsonaro.

“O critério é de capacitação profissional. Eu acho que uma pessoa que é ativista de um partido como o PT… é até uma obrigação moral dela pegar e se afastar daquela administração.”

Curta República de Curitiba
error
Anúncios

Um comentário