Desde que estourou a Lava Jato, em 2014, Renan Calheiros já se livrou de quatro investigações no Supremo. Em quase todas, a Procuradoria Geral da República não conseguiu provas suficientes contra o senador.

Em setembro do ano passado foi absolvido pela Segunda Turma em um processo antigo, no qual era acusado de desviar verba indenizatória para pagar empréstimo a uma locadora de carros. No mesmo mês, Ricardo Lewandowski arquivou investigação por suposta venda de emendas em medida provisória junto com Romero Jucá.

Em outubro de 2017, a Segunda Turma arquivou denúncia por corrupção e lavagem junto com Aníbal Gomes, por suposta propina de R$ 800 mil Serveng Civilsan, contratada pela Petrobras. No mesmo mês, Edson Fachin arquivou investigação por obstrução de Justiça, baseada nas gravações do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Era suspeito de atrapalhar a Lava Jato junto com Romero Jucá e José Sarney.

Ainda tramitam no STF outros 14 inquéritos contra Renan, sendo que em dois, a PGR já apresentou denúncia. E com todos esses processos e absolvições a gente fica com uma pergunta: os ministros do supremo têm medo de Renan? Ou são amigos de longa data? Porque não há como se explicar todos esses fatos ao não ser por essas duas vias, o medo ou a amizade.

Participe da discussão

6 comentários

  1. Com a mais ABSOLUTA CERTEZA ,É medoooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!! pois, o STF tem rabo totalmente preso!!!!!

  2. A resposta é simples e ha muitos anos conhecida em Brasilia, que sempre funcionou em bloco, defendendo os interesses das autoridades de turno, na sua maioria, sem esquecer, e atenção nisso, interesses do segundo e terceiro escalão, secretarias, serviços e motoristas. A máquina está altamente contaminada por interesses, por lobistas, por corrupção, salvando-se muito poucos, que ficam apartados dos demais. Talvez o maior problema será quando se tocar neste enorme contingente de funcionários públicos, seus salarios e beneficios especiais. Ja veremos como se pode por a casa em ordem.

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: