lula-e-dilma

O ex-ministro Antonio Palocci, delator da Operação Lava Jato, relatou que a ex-presidente Dilma Rousseff “deu corda para o aprofundamento das investigações” da operação Lava Jato para implicar o ex-presidente Lula, informa Bruna Narcizo.

Segundo Palocci, havia uma “ruptura” entre Lula e Dilma e dois grupos distintos tinham sido formados dentro do PT. Ele diz que a “briga” entre os dois começou com a indicação de Graça Foster para a presidência da Petrobras.

“Para Dilma, a nomeação de Graça significava a afirmação de seu novo governo e a preparação para o processo da reeleição presidencial; que esse ato também se revestia de um lado ilícito, uma vez que representava meios de Dilma inviabilizar o financiamento eleitoral dos projetos de Lula retornar à Presidência, ao passo que viabilizaria recursos para sua reeleição, deslocando as doações para o PT, onde contava com a lealdade pessoal de Rui Falcão, então presidente da sigla.”

 

Participe da discussão

3 comentários

  1. Se jogássemos todos numa latrina o fedor seria insuportável e puxaríamos imediatamente a descarga…
    Confio que em breve Dilmanta estará na cadeia!

Deixe um comentário
%d blogueiros gostam disto: