Jean Wyllys disse à Folha que não vai assumir o novo mandato de deputado federal no dia 1º de fevereiro. Afirmou que vai abandonar a vida pública por causa de ameaças.

“O [ex-presidente do Uruguai] Pepe Mujica, quando soube que eu estava ameaçado de morte, falou para mim: ‘Rapaz, se cuide. Os mártires não são heróis’. E é isso: eu não quero me sacrificar”.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: