Em um encontro com 35 dos 53 deputados federais de Minas Gerais, o governador Romeu Zema (Novo), chamou de “incidente” o rompimento da barragem da Vale que matou 166 pessoas e 155 desaparecidos (até o momento) em Brumadinho.

Os congressistas defenderam punição rigorosa à mineradora, Zema interveio e disse:

“Não tem faltado, por parte da empresa (Vale), neste momento assumir esse compromisso. Parece que desta vez eles (Vale) reconheceram o erro, apesar do incidente”.

O governador mineiro disse aos deputados que a Vale tem concedido tudo que é pedido pelos Bombeiros, Polícia Militar e famílias dos atingidos após o desastre. Disse que não estava “defendendo ninguém”, mas “relatando fatos que qualquer um pode ir lá em Brumadinho e checar in loco”.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: