Após Nicolás Maduro ter anunciado o fechamento da fronteira da Venezuela com o Brasil, o que gerou confrontos e mortes por parte do exército bolivariano contra a população que queria cruzar a fronteira, partidos e movimentos de esquerda assinaram hoje (22) um manifesto em apoio ao ditador venezuelano.

O PT, CUT, MST, além de outros como MTST — esse de Guilherme Boulos —, o PCB e o PSB assinaram o texto em que diz denunciar uma “intervenção imperialista dos Estados Unidos” na Venezuela.

“Denunciamos a intervenção imperialista dos Estados Unidos, com o bloqueio econômico e sequestro de bilhões de dólares que estão nos bancos americanos. Repudiamos a ameaça de intervenção militar na Venezuela. Repudiamos as declarações intervencionistas do presidente Jair Bolsonaro e seu chanceler Ernesto Araújo, que rompem com a tradição diplomática brasileira em busca da paz, diálogo e integração regional”, diz um trecho do manifesto.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: