Um relatório elaborado pela Polícia Militar do Paraná e que serviu de base para o desembargador Fernando Paulino da Silva Wolff Filho decretar o fim da bagunça no bairro Santa Cândida, em Curitiba, é chocante.

O relatório confirma as denúncias feitas pelo RC. “A maioria dos militantes faz parte de grupos ligados a CUT e ao MST” e “o respeito ao direito de vizinhança e as normas de conduta do Código de Postura Municipal não vem acontecendo”.

“Os militantes provocam tumulto na via e algumas vezes entram em confronto verbal com os moradores”. Houve 41 chamados ao 190.

“Durante as festividades de Natal e de final de ano a Vigília recebeu um elevado número de militantes que realizaram atos na rua, causando bastante tumulto na região. No local, muito próximo da Vigília, existem alguns moradores de idade avançada, muitos destes já bem debilitados” afirmou a PM-PR no relatório.

Mas o mais chocante: “Esse aumento do fluxo de pessoas na região, decorrente do recolhimento à prisão do ex-presidente na delegacia da Polícia Federal foi responsável pelo aumento dos índices criminais não só no local, mas em Curitiba como um todo. Isso acabou revertendo a tendência de diminuição da criminalidade, em especial a criminalidade violenta. Exemplo dessa nefasta reversão é o índice de roubos” concluiu o relatório.

PM

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: