O general Floriano Peixoto, ex-braço direito de Gustavo Bebianno, que agora ocupa o posto de Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República trabalhou diretamente com a inimiga autodeclarada do governo Bolsonaro, Ilona Szabó. Ela foi o centro da mais recente polêmica, depois de aparecer como nomeada para o Conselho de Política Criminal e Penitenciária, ligado ao Ministério da Justiça. Ilona é da diretora-executiva do instituto Igarapé, uma ONG financiada pela Open Society Foundations, de George Soros. Floriano é listado na página oficial do instituto como membro e “pesquisador-sênior”, portanto, igualmente patrocinado por Soros. George Soros é um empresário húngaro bilionário que ganhou sua fortuna por meio de especulação financeira. Ele doa bilhões de dólares a diversas instituições que promovem a pauta da esquerda (progressista). No total, ele apoia mais de 500 organizações ao redor do mundo e doou nas últimas duas décadas uma estimativa de 11 bilhões de dólares para causas progressistas e alguns grupos de caridade. O seu envolvimento na política americana vai do topo até a base. Por exemplo, Soros foi o maior doador da campanha de Hillary Clinton.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: