O Partido Reformista de direita, liderado pela ex-eurodeputada Kaja Kallas, ganhou as eleições legislativas de domingo (03) na Estônia.

O partido conseguiu 29% dos votos e deverá conquistar 34 dos 101 lugares de deputado, mais quatro do que na atual composição do parlamento.

O Partido do Centro, de orientação centro-esquerda, do primeiro-ministro Jüri Ratas, ficou em segundo com 23% dos votos, devendo eleger 26 deputados.

As eleições decorreram num ambiente de calma e a polícia registou apenas alguns incidentes menores no encerramento das urnas.

Já na grande mídia brasileira, as manchetes são “Extrema-direita avança na Estônia”.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: