Sem mandato, sem foro privilegiado e com condenação em 2ª instância por ato de improbidade administrativa o ex-senador petista e fiel escudeiro de Gleisi Hoffmann, Lindbergh Farias está planejando morar fora do Brasil.

Lindbergh está usando seus contatos para tentar uma vaga em alguma universidade estrangeira onde possa dar aulas. Porém essa saída do país está soando como uma fuga, já que o ex-senador ainda possui alguns processos conta ele que não foram concluídos.

Lindbergh teve seus direitos políticos cassados até 2020 devido a condenação que recebeu em 2016 por uso promocional da própria imagem enquanto era prefeito de Nova Iguaçu, estado do Rio de Janeiro. Ele também foi condenado por ato de improbidade administrativa devido a um convênio celebrado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a prefeitura de Nova Iguaçu, em 2007, época em que ele foi prefeito do município.

Mas o que pode estar tirando o sono do ex-senador petista são os processos da Lava-Jato onde ele está sendo investigado pela acusação de ter recebido dinheiro da construtora Odebrecht. Talvez seja esse o maior motivo que o leve a morar bem longe do Brasil.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: