Adélio Bispo, em entrevistas com psicólogos e psiquiatras, disse que não cumpriu sua missão e que, saindo da cadeia, iria matar Jair Bolsonaro.

O laudo feito por peritos indicados pelo tribunal recomenda que ele seja internado por tempo indeterminado num manicômio judicial.

A cada dois anos, ele terá de passar por novos exames psicológicos para avaliação da condição clínica.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: