A esquerda curitibana resolveu atacar até os aliados

Publicado por

A vereadora de Curitiba Professora Josete (PT-PR) e o ex-vereador e atual deputado estadual Goura, eleito pela coligação de esquerda PDT/SOLIDARIEDADE/PCdoB no Paraná, atualmente oposição ao governo municipal, resolveram acionar a Justiça para anular um decreto do atual prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN-PR). O decreto no caso é o que elevou o preço da passagem de ônibus de R$ 4,25 para R$ 4,50.

Até aí, nada demais. É comum que políticos adversários usem a Justiça para tentar barrar projetos e ações do outro.

O curioso dessa história é que, na ânsia de atacar o atual prefeito, acabaram atacando o camarada e ex-prefeito de Curitiba Gustavo Fruet (PDT-PR), atual deputado federal.

Gustavo Fruet foi prefeito de Curitiba na gestão 2013-2016. Após romper com o PSDB para poder viabilizar a candidatura a prefeito, em 2011, Fruet filiou-se ao PDT e – alguns meses depois – fechou aliança com o PT. Teve o apoio das então ministra-chefe da Casa Civil Gleisi Hoffmann e da presidente Dilma Rousseff.

No documento entregue à Justiça, Goura e Josete afirmam que “Na última década, sobretudo a partir de 2013, tem sido impostos à população curitibana diversos aumentos em ambas as tarifas, de forma completamente discricionária e pouco transparente”.

A vereadora Josete integra o partido que “cogovernou” a cidade junto com o prefeito anterior, Gustavo Fruet. Miriam Gonçalves foi vice-prefeita de Curitiba com Fruet pelo PT-PR. Miriam é conhecida na cidade por abrigar em seu condomínio de luxo o presidiário Lula, quando ainda estava livre, ter inúmeros retratos do “Pai” em seu gabinete na prefeitura e ter tentado uma vaga no Senado na última eleição, ficando no vergonhoso 5º lugar, além de deixar, junto com o prefeito, uma dívida para a cidade de mais de R$ 2 bilhões.

Já o deputado estadual Goura também trabalhou com Fruet. Foi assessor da Coordenação de Mobilidade Urbana da Setran-Secretária Municipal de Trânsito. Assumiu o cargo por ser conhecido como cicloativista de Curitiba. Fazia cena ao ir trabalhar de bicicleta. O que ele não contava aos eleitores é que mora no centro da cidade e a Setran está localizada a 3 quadras da sua residência.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios