Dois dos brasileiros que mais lutaram, cada um ao seu modo, para interromper o ciclo de corrupção no Brasil, receberam a comenda do Corpo de Graduados Especial do Mérito Militar. São eles Janaína Paschoal, que nos livrou da ingerência de Dilma Rousseff, e Deltan Dallagnol, responsável pela força-tarefa da Lava Jato. A honraria foi concedida pelo ministro da defesa, General Fernando Azevedo Silva, do governo Bolsonaro. Com informação da Veja.Todos os Direitos Reservados para República de Curitiba Editora. Proibida reprodução deste conteúdo

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: