R$ 176,5 mil foi o valor da multa que o ministro do TSE Edson Fachin, aplicou em Fernando Haddad, o PeTista pagou ao Google para promover um site negativo sobre Bolsonaro na campanha eleitoral.

Haddad negou, mas o Google confirmou o pagamento de R$ 88,2mil pela campanha PeTista para que o endereço do site “A Verdade sobre Bolsonaro”, aparecesse no primeiro resultado da busca pelo nome de Bolsonaro.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: