O instituto Brasil 200 firmou nesta quarta-feira (3) uma parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. O objetivo é oferecer programas de geração de emprego e renda com recorte étnico-racial em diferentes partes do país.

Através de estímulo ao empreendedorismo e ao cooperativismo, as ações visam apresentar políticas públicas que contemplem necessidades dos membros de povos e comunidades tradicionais.

Nos próximos meses devem ser iniciados projetos-piloto construídos pela Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e Brasil 200, em comum acordo com as lideranças dessas comunidades. A iniciativa segue as diretrizes do novo governo, que procura dar visibilidade a esses segmentos da população brasileira.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: