Inquérito apura repasses de R$ 8,5 milhões

Publicado por

Raquel Dodge, apresentou documento onde afirma ao STF que é “bastante consistente” o material coletado durante inquérito que investiga o recebimento de propina por parte do senador Renan Calheiros (MDB-AL) e do ex-senador Romero Jucá (MDB-RR).

Renan e Jucá, são investigados por suposto recebimento de repasses da Odebrecht em troca da aprovação de um projeto de interesse da construtora. De acordo com as investigações, Renan, Jucá e outros políticos teriam recebido R$ 8,5 milhões pela aprovação de um limite para concessão de benefícios fiscais pelos estados em portos a produtos importados.

Curta República de Curitiba
Anúncios