Em novo depoimento de Sérgio Cabral ele confirmou pagamento de propina ao ex-chefe do MP do RJ Cláudio Lopes em troca de proteção, e relatou que negociou cargos para se livrar de punições.

Claudio Lopes comandou o MP do Rio entre 2009 e 2012, e ele foi preso em novembro de 2018 acusado de receber cerca de R$ 7 milhões em propina para blindar a organização criminosa chefiada por Cabral, já condenado por nove vezes, com penas quem somam 198 anos de cadeia.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: