TCU vai exigir explicações ao STF sobre compra de vinhos e lagostas feitas em uma licitação de R$ 1,3 milhão para comprar medalhões de lagosta e vinhos importados para as refeições servidas na Corte.

O subprocurador-geral do Ministério Público junto ao TCU, Lucas Rocha Furtado, afirmou que a notícia, divulgada na semana passada, teve “forte e negativa repercussão popular”. Furtado também pediu a suspensão da licitação.    

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: