Áudios indicam que Paulinho da Força recebeu cerca de R$ 1,8 milhão em propina da Odebrecht.

Os valores foram entregues por um ex-funcionário da Transnacional, que foram divididos em três pagamentos de R$ 500 mil e um de R$ 300 mil para o chefe de gabinete de Paulinho da Força.

Esse valor representa o dobro que a empreiteira afirmou ter pago ao sindicalista no acordo com o MP em 2014, mesmo ano que os repasses foram feitos a Marcelo de Lima Cavalcanti, na sede da Força Sindical.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: