A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão instaurou inquérito na sexta-feira (31 maio) contra o Ministro da Educação, Abraham Weintraub após declarações e atos contra estudantes e professores e após enviar nota às escolas em que desautoriza pais, alunos e professores a estimularem e divulgarem protestos.

A procuradoria federal encaminhou ao Ministério da Educação um pedido para que cancele a nota enviada, pois segundo a MPF a nota fere artigos do Estatuto da Criança e Adolescente.

O MEC tem agora dez dias para acatar a recomendação ou sofrerá medidas judiciais.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: