A rapidez de Toffoli: o avanço da criminalidade e da corrupção

Publicado por

É nítida a vontade do ex-advogado do PT, Dias Toffoli, de livrar da cadeia corruptos condenados em segunda instância pela Justiça Federal.

O ministro prometeu marcar para depois das férias o julgamento sobre a prisão dos condenados em segundo grau, aproveitando assim o roubo das mensagens da Lava Jato e usar neste julgamento.

Já fez isso com José Dirceu, contrariando decisão do pleno do Supremo, e vem ganhando terreno rapidamente após assumir a presidência da Suprema Corte, ocupando espaços com o auxílio de Maia e Alcolumbre, ambos com inquéritos no tribunal. A escolha de seu apadrinhado para o cargo de Advogado Geral da União é um exemplo do sucesso de sua estratégia.

Se não for detido o quanto antes, o país irá testemunhar um retrocesso sem precedentes nas conquistas obtidas a duras penas pelos procuradores e juízes que trabalharam arduamente para colocar na cadeia criminosos do porte de Lula, Sérgio Cabral e Eduardo Cunha.

Até onde irá a ousadia do ministro?

Heberton Tavares da República de Curitiba.

Curta República de Curitiba
error
Anúncios